PÃO INTEGRAL COM CEREAIS

Pão caseiro é tudo de bom. Para quem ama comer pão, não tem coisa melhor do que fazer o seu próprio pão em casa. Além do sabor especial, não tem conservantes e é bem mais saudável. E para quem ainda quer ter mais benefícios com a alimentação, uma ótima opção é o pão integral acrescido de cereais e rico em fibras.

Já tive oportunidade de fazer alguns pães caseiros, que não são integrais, e os resultados foram sempre deliciosos. Uma vez também cheguei a preparar um pão de forma integral, mas o resultado não ficou muito legal. O sabor até ficou bom, mas a massa ficou muito pesada e seca. Nunca mais repeti.

Certo dia desses estava assistindo o programa A Confeitaria do canal Bem Simples e vi uma receita de "pão preto com cereais", da Ana Zita Fernandes. A receita do pão levava aveia, linhaça e mel. Fiquei com vontade de fazer, pois o pão ficava bem macio e parecia ser muito saboroso também. Resolvi testar. Fiz a metade da receita original e só não usei o corante caramelo, que é opcional. Meu Deus! Fiquei impressionado e muito satisfeito com o resultado. Superou totalmente minhas expectativas. Um sabor e maciez incríveis. Sem falar que o aroma do pão também é uma delícia.

Estou longe de ser um especialista em pães e acredito que algumas dicas fazem diferença para que o pão integral tenha um bom resultado. Uma delas diz respeito à proporção da quantidade usada de farinha de trigo comum e de farinha integral (ou farinha de centeio). Quanto mais farinha integral, mais seca e dura ficará a massa. Essa receita tem 70% de farinha comum, 15% de farinha integral e 15% de farinha de centeio (a farinha de centeio poderia também ser substituída pela integral, totalizando assim uma proporção de 30% de farinha integral). Outra dica é sovar muito bem a massa, sem dó nem piedade, por pelo menos 10 minutos. Outra questão se refere ao tempo de descanso da massa, ou seja, após sovar bastante a massa, deve-se deixá-la descansando e crescendo por alguns minutos. Somente após esse tempo, a massa deve ser modelada e, em seguida, descansada novamente para dobrar de tamanho.

Recomendo essa receita para quem quiser se aventurar no preparo de um pão integral com cereais, que além de saudável, macio e cheiroso é uma verdadeira delícia.

Com toda certeza é um pão que dá vontade de fazer todos os dias. Hehehe. 

Mãos à massa, pessoal!


PÃO INTEGRAL COM CEREAIS










INGREDIENTES:

350g (3 e 1/4 xícaras de chá) de farinha de trigo branca
75g (2/3 xícara de cháde farinha de trigo integral
75g (3/4 xícara de chá) de farinha de centeio
60g (1/2 xícara de chá) de aveia laminada grossa
65g (1/2 xícara de chá) de linhaça
25g (1/4 xícara de chá) de açúcar mascavo
2 colheres de sopa de cacau em pó (opcional para dar uma cor mais escura ao pão)
40g (3 colheres de sopa) de manteiga
10g (1 colher de chá) de sal  
25g (1 e 1/2 colher de sopa) de mel
10g (1 sachê) de fermento biológico seco (ou 30g de fermento biológico fresco)
1 ovo
200ml de água
110ml de leite
Aveia laminada grossa extra (ou mistura de gergelim branco e preto ou chia) para decorar o pão

OBS.: Outros grãos podem ser acrescentados ao pão, tais como chia e amaranto. Por exemplo, acrescente 1/4 xícara de chá de linhaça, 1/4 xícara de chá de chia e 1/4 xícara de chá de amaranto. Fica uma delícia!!!


MODO DE PREPARO:

Para dosar corretamente as medidas de cada ingrediente em gramas, é aconselhável o uso de uma balança digital para cozinha. Como alternativa pode ser usado um copo medidor para as medidas em xícaras ou ml. Vale ressaltar que, para esse caso, as medidas foram aproximadas por mim. As medidas em gramas são mais exatas e são da receita original. Foram essas que usei.

Para ter menos trabalho, o ideal seria bater todos os ingredientes em uma batedeira com gancho espiral até a massa ficar uniforme, por cerca de 15 minutos. Entretanto, como ainda não tenho uma batedeira, tive que botar a mão na massa literalmente. Hehehe. Mas até prefiro assim. É muito legal poder usar as mãos para fazer pão.

Em um recipiente, misture o leite, a água e o fermento. Em uma tigela grande, misture os ingredientes restantes e depois despeje a mistura líquida. Misture tudo com uma espátula e depois com as mãos. Em seguida, coloque a massa sobre uma superfície lisa, previamente enfarinhada, e sove bastante para que a massa fique bem homogênea, por cerca de 15 minutos. Pode ser necessário ir adicionando farinha de trigo comum aos poucos, para a massa ficar um pouco menos grudenta, mas cuidado para não adicionar demais.

Unte uma vasilha com manteiga, coloque a massa, cubra com um filme plástico (ou pano úmido) e deixe descansando por 60 minutos. A massa irá crescer por conta do fermento biológico.

Feito isso, despeje a massa sobre uma superfície lisa enfarinhada. Divida uma parte da massa com um peso de 600g (ou aproximadamente a metade) e abra com um rolo até obter um formato oval. Comece a enrolar a massa como se fosse um rocambole. Passe um pouco de água por toda a parte externa da massa, com um pincel, e salpique com bastante aveia laminada grossa. Depois coloque a massa em uma forma (para pão de forma) previamente untada com manteiga.

Com o restante da massa, pode ser repetido o processo anterior ou podem ser feitas bolinhas. Dá para fazer 5 bolinhas de 100g ou 10 de 50g. Caso queiram usar toda a massa para fazer bolinhas, podem ser feitas 12 bolinhas de 100g ou 24 de 50g. Nesse caso, após umedecer com água a parte externa da massa, as bolinhas podem ser salpicadas com aveia ou uma mistura de gergelim preto com branco. O gergelim deixa o pão com uma casca bem crocante. Sem falar que é uma delícia. Feito isso, coloque as bolinhas em um forma untada com manteiga.

Deixe o pão de forma e as bolinhas crescerem em um ambiente sem ventilação até dobrarem de tamanho. Eles podem ser colocados dentro do armário, do forno do fogão ou do forno micro-ondas, por exemplo. Esse tempo vai depender da temperatura ambiente e vai levar pelo menos uma hora. Em dias frios demora bastante. É preciso ter paciência. Hehehe.
Pré-aqueça o forno à temperatura de 190°C. Coloque os pães crescidos no forno, cuidando para que cada tamanho fique assando no tempo adequado até que fiquem dourados, ou seja: 600g = 40 minutos, 100g = 35 minutos e 50g = 25 minutos. Na verdade, esse tempo vai depender do forno de cada um.

Retire do forno e deixe esfriar. No caso do pão de forma, retire-o da forma para que ele possa resfriar por igual, liberando o calor de dentro e a umidade restante, que ainda irá evaporar.

Pronto! Agora é só experimentar esse pão fofinho e saboroso com queijo minas, requeijão, geleia, manteiga, cream cheese, presunto de peito peru etc! Hummm! É uma delícia!



Comentários

Postagens mais visitadas